A Sentinela

A Sentinela de julho de Henrique Monroe inspetor chefe da Pol cia Judici ria chamado a um luxuoso palacete de Lisboa para investigar o homic dio de Pedro Coutinho um abastado construtor civil Depois de

  • Title: A Sentinela
  • Author: Richard Zimler José Lima
  • ISBN: 9789720044907
  • Page: 493
  • Format: Paperback
  • 6 de julho de 2012 Henrique Monroe, inspetor chefe da Pol cia Judici ria, chamado a um luxuoso palacete de Lisboa para investigar o homic dio de Pedro Coutinho, um abastado construtor civil Depois de interrogar a filha da v tima, Monroe come a a acreditar que Coutinho foi assassinado ao tentar defender a perturbada adolescente do violento ass dio sexual de algum amigo 6 de julho de 2012 Henrique Monroe, inspetor chefe da Pol cia Judici ria, chamado a um luxuoso palacete de Lisboa para investigar o homic dio de Pedro Coutinho, um abastado construtor civil Depois de interrogar a filha da v tima, Monroe come a a acreditar que Coutinho foi assassinado ao tentar defender a perturbada adolescente do violento ass dio sexual de algum amigo da fam lia Ao mesmo tempo, uma pen que o inspetor descobre escondida na biblioteca da casa cont m alguns ficheiros com ind cios de que a v tima poder tamb m ter sido silenciada por um dos pol ticos implicados na rede de corrup o que o industrial montara para conseguir os seus contratos.Tendo como pano de fundo o Portugal contempor neo, um pa s tra do por uma elite pol tica corrupta, que sofre sob o peso dos seus pr prios erros hist ricos, Richard Zimler criou um intrigante policial psicol gico, com uma figura central que se debate com os seus dem nios pessoais ao mesmo tempo que tenta deslindar um caso que ir abalar para sempre os muros da sua pr pria identidade.

    • A Sentinela BY Richard Zimler José Lima
      493 Richard Zimler José Lima
    • thumbnail Title: A Sentinela BY Richard Zimler José Lima
      Posted by:Richard Zimler José Lima
      Published :2019-07-08T02:54:40+00:00


    About “Richard Zimler José Lima

    • Richard Zimler José Lima

      Richard Zimler was born in Roslyn Heights, a suburb of New York City, in 1956 After earning a bachelor s degree in comparative religion from Duke University 1977 and a master s degree in journalism from Stanford University 1982 , he worked for eight years as a journalist, mainly in the San Francisco Bay area In 1990, he moved to Porto, Portugal, and he has taught journalism for the last sixteen years, first at the College of Journalism and now at the University of Porto Richard has both American and Portuguese nationality He has published seven novels over the last decade The Seventh Gate The Search for Sana Guardian of the Dawn Hunting Midnight The Last Kabbalist of Lisbon The Angelic Darkness and Unholy Ghosts His novels have appeared on bestseller lists in 12 different countries, including the USA, Great Britain, Portugal, Italy, and Australia Richard has won numerous prizes for his work, including a 1994 National Endowment of the Arts Fellowship in Fiction and the 1998 Herodotus Award for the best historical novel The Last Kabbalist of Lisbon was picked as 1998 Book of the Year by three British critics and both The Search for Sana and Hunting Midnight have been nominated by Portuguese libraries for the Internatinal IMPAC Literary Award The Last Kabbalist of Lisbon , Hunting Midnight , Guardian of the Dawn and The Seventh Gate form the Sephardic Cycle, a group of inter connected but fully independent novels about different branches and generations of a Portuguese Jewish family Richard also writes reviews for the L.A Times and the San Francisco Chronicle When he s not writing, he enjoys gardening at his weekend house in the north of Portugal Zimler



    797 thoughts on “A Sentinela

    • "Talvez as nossas segundas oportunidades sejam os únicos fantasmas que alguma vez nos aparecem." De vez em quando tenho necessidade de ler um policial. Talvez seja uma forma de exorcizar os meus demónios, ao sofrer com histórias onde seres traumatizados e desequilibrados, consumidos por desejos e inquietações, são incapazes de controlar o seu lado negro. No entanto, ultimamente desencantei-me por este género literário devido às overdoses, de personagens sem alma e enredos monótonos, à [...]


    • A nice policeman and psychological novel that takes us to the Portugal of today.An unusual book that combines the traditional detective story an introspective investigation of a man on his past life in Colorado, his torturer father, his suicidal mother, the physical and psychological suffering of his brother, Ernie, his family and his double, Gabriel, which always appears unexpectedly but can also render him great service in his profession. Henrique will share a secret if he wants to keep his sa [...]


    • Tenho dificuldade em expressar a minha opinião sobre este romance de Zimler, escritor que admiro.Pareceu-me que o autor, ao misturar um romance policial - onde as bases dos crimes a investigar me parecem pouco sólidas - com uma espécie de autobiografia do improvável inspector-chefe da Judiciária, um luso-americano que, além de não dominar muito bem a Língua Portuguesa (ele próprio o confessa), perde a consciência durante períodos mais ou menos longos, sem que a esposa alguma vez se ti [...]


    • "A Sentinela" é um livro que gira, aparentemente, à volta de um crime, mas que vai muito para além de um policial comum. Retrata o modo como as marcas de uma infância infeliz e sofrida se refletem em adulto, como é o caso do nosso protagonista, e dos vários escapes para se lidar com tal. Além disso, a atenção do leitor vai-se centrar noutros crimes para lá do inicial, realidades essas bem mais preocupantes. No fundo, este livro é isso: um retrato cruel e duro da sociedade dos nossos d [...]


    • Richard Zimler, de quem só tinha lido O Último Cabalista de Lisboa, esmera-se meste A Sentinela, cruzando géneros com o génio de quem domina as ferramentas que prendem o leitor à narrativa e às personagens.À superfície, estamos perante um policial que se vai desenrolando em bom ritmo, na Lisboa da actualidade, com avanços e recuos na investigação de um crime, deixando o leitor suspenso das revelações do capítulo seguinte. Mas, lendo com mais profundidade, A Sentinela é uma obra qu [...]


    • Do que gostei mais deste policial? Das personagens. A história é interessante mas o que mais me cativou foram as personagens e a ligações entre elas.Uma dura critica à sociedade e à impotência da justiça contra certa gente que faz o que quer e fica impune. Ou talvez não.A dupla Hank e G. são muito interessantes. Acho que mereciam uma sequela.



    • Richard Zimler is the author of many books, including the impressive “The Warsaw Anagrams,” a mystery set in the Warsaw ghetto. Having enjoyed that particular novel very much I was thrilled to see that he had a new crime novel out and, as expected, it is something a little different from the ordinary. Set in Portugal, where the author lives, the main character is Chief Inspector Hank (known as Henrique) Monroe. Monroe left his native Colorado, along with his brother Ernie, and they have made [...]


    • Not what I usually ready but it was brilliant. Such a unique style of writing with characters that were so interesting. The development of these characters was wonderful to watch, and it touched me so many time throughout the story. Highly recommend.


    • Rating: 2.5 stars.Richard Zimler já me tinha chamado a atenção com a sua obra "O último Cabalista de Lisboa". Afinal, quantos estrangeiros é que decidem estudar o nosso pequeno país e arriscam escrever sobre a nossa história? Muito poucos, suponho. Para além disso, toda a gente diz maravilhas da já referida obra, pelo que, quando vi este livro na loja e percebi que se passava também em Portugal, fiquei ainda com mais curiosidade.Henrique "Hank" Monroe é detetive da Polícia Judiciári [...]


    • Num registo completamente diferente do habitual (o que só prova o talento e a versatilidade deste escritor) Zimler apresenta-nos Hank Monroe, americano de nascimento, Português de coração, inspetor da policia Judiciária e atualmente encarregue de investigar o homicídio de Pedro Coutinho, um rico construtor civil que aparece morto na sua própria casa.Mas este não é um policial típico e Monroe é tão mais que apenas o investigador que a minha atenção se desviou amiúde do crime para s [...]


    • Richard Zimler é um bom escritor. Gostei de 'O Último Cabalista de Lisboa', 'A Sétima Porta', 'Os Anagramas de Varsóvia' e a incursão ao mundo de uma adolescente portuguesa nos EUA em 'A Ilha Teresa', mas não consegui entrosar-me com este seu último livro, um policial. A acção desenrola-se em Lisboa, em 2012, a personagem principal é Henrique - Hank - Monroe, inspector-chefe da Polícia Judiciária. A mistura das duas histórias, o homicídio de um construtor civil rico, as suas amizad [...]


    • Adoro policiais, sou uma leitora compulsiva deste género literário e quando muitas vezes me dizem que é um género menor, fico a pensar no que é que esta gente anda a Ler! Para quem já era, como eu fã do Richard Zimler ler esta sua incursão por este género é uma delicia, a forma como ele escreve, a densidade psicológica dada às personagens principais é arrebatadora, se a literatura policial é um género menor, recomendo que leiam este livro e revejam alguns conceitos e ideias.A Sent [...]


    • Foi a minha estreia com Richard Zimler. Com tão boas referências ao autor, andava ansiosa para ler um livro dele e, quando esta oportunidade surgiu, decidi agarrá-la.Uma obra que não é policial mas também não é romance e esse foi um dos factores que fez com que o meu entusiasmo inicial se fosse evaporando um pouco. Para começar, não se centra na investigação propriamente dita, mas sim mais na figura de Monroe, o inspector-chefe que lidera o caso. Criou, a meu ver, alguma confusão a [...]


    • A Sentinela não é um policial comum: o protagonista não é o assassino, nem vítima, mas simplesmente O inspector Henrique Monroe e o seu alter ego: Gabriel, ou Sentinela.O assassinato de um empresário da construção civil, abastado e com grandes influências por parte da classe política levam à cena do crime o inspector Monroe e Lucy, polícia que investiga, pela primeira vez, este género de crime.()marcadordelivros/2


    • A Sentinela, como todos os outros livros de Richard Zimler é excelente.Um policial, diferente do habitual, que nos envolve da primeira à última página.



    • Gostei bastante de "A Sentinela", um livro que não posso considerar um policial puro, pois vai além disso, por um lado, mas por outro nos apeteceria por vezes que a investigação policial fosse mais intensa.É que há neste livro um crime para investigar, um suicídio para explicar e uma infância terrivelmente difícil de dois irmãos muito especiais, luso descendentes mas passada nos EUA; assim sendo há pano para mangas mas o que realmente sobressai no livro é a personagem do inspector Mo [...]


    • A Sentinela, de Richard Zimler, é um policial surpreendente, lúcido e corajoso. Mais do que abordar a realidade portuguesa atual, Zimler deixa-nos um retrato profundo do ser humano, das suas fragilidades e do seu lado indizível. O caminho iniciático para a idade adulta, esse precipitar em poços profundos, donde somos resgatados pela luz de se ser único na vida de alguém.Ler mais em Acrítico - leituras dispersas



    • Adorei!Qualquer semelhança com a realidade da política e da sociedade portuguesa não é pura coincidência, é mesmo um retrato muito fiel. Escandalosa e habilidosamente fiel.



    • É uma história interessante, sendo que a personagem principal tem particularidades de personalidade, traduzidas na Sentinela. Não gostei do final, uma vez que achei pobre face à história central - não principal.


    • "Até que ponto um único assassinato pode iluminar a crise moral em que se encontra o país?”, é a pergunta que é feita ao leitor ainda antes de se abrir o livro, na contracapa, e diz muito sobre o objectivo de Zimmler para ele. O pano de fundo é o Portugal contemporâneo circa 2012, com todas as circunstâncias socio-económicas da altura associadas. Henrique “Hank” Monroe, inspector da PJ em Lisboa, é o personagem que nos narra a sua própria história.Infelizmente, ainda antes de c [...]


    • A escrita de Richard Zimler é muito despretensiosa, como se estivesse a escrever para ele próprio e, nos livros que já li dele, sente-se que existe uma necessidade em contar histórias com significado, que acrescentem, que façam pensar, que chamem a atenção para algo."A Sentinela" é um policial que não se limita à investigação de um crime. É, também a história de Henrique Monroe, um inspector-chefe da PJ que vê alguns dos fantasmas do passado regressarem quando é chamado para inv [...]


    • Henrique Monroe, inspector-chefe da Polícia Judiciária, é chamado para investigar o homicídio de Pedro Coutinho, um construtor civil bastante rico. O corpo de Coutinho é encontrado em sua casa, um luxuoso palacete de Lisboa, e, depois de falar com a filha deste, Sandra, Monroe convence-se que o construtor civil foi morto por tentar proteger a filha de possíveis assédios sexuais. Mas, à medida que vai investigando a misteriosa morte, as pistas que vai encontrando e outras desgraças que a [...]


    • Negro, negro, negro. Foi desta cor que se me inundou a alma ao ler A Sentinela de Richard Zimler, um retrato sobre o mal nas suas diferentes tonalidades e formas.O protagonista é Henrique Monroe nascido nos Estados Unidos da América, filho de mãe portuguesa e pai norte-americano. Ele e o irmão mais novo vêm para Portugal ainda miúdos sendo entregues aos cuidados da tia Olívia. Aparentemente, Monroe teve mais sorte do que o irmão. Apesar de ambos terem passado pelo suicídio da mãe e sof [...]


    • Este policial de Richard Zimmler é bastante interessante porque, quase até ao seu final, conseguiu criar "suspense" em relação ao autor do crime do empresário português, que foi encontrado assassinado na sala da sua casa, lançando-nos pistas que me levaram a ler capítulo atrás de capítulo, sem conseguir parar de o fazer.O inspetor-chefe da Polícia Judiciária que investiga o crime é uma personagem muito complexa, cuja vida e personalidade o escritor conseguiu muito bem encadear com a [...]


    • Aside from the few printing and grammatical errors present that continue to haunt me every time I pass it on my book shelf, it was quite brilliant with a relatable protagonist. The various twists and turns in the case kept me on my feet although I felt the suspect jumbled around a little quickly it still followed how suspecting generally would be in this case. Having personally known people suffering of the same condition as Henrique, I can honestly say that the execution in the psychological re [...]


    • Gostei bastante da história, mas não consigo dar cinco estrelasHouve momentos que me pareceu que Zimler estava a escrever para o público americano, esquecendo o português Tudo o que é português foi tornado pior do que é, a corrupção que é bastante grave mas que ao contrário do que é dado a entender não é praticada por todos os portugueses, a degradação de Lisboa que existe mas não é tão grande como é dita no livro Também me chateou que fosse dado a entender que a paisagem do [...]


    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *